O Fim do Torneio MLV - Maratona Literária de Verão 2017

Olá gente!

Hoje vou falar um pouquinho para vocês como foi a Maratona Literária de Verão. De inicio foi sensacional, uma experiência única para a vida. Espero que possa participar de outras tantas, pois realmente é maravilhosa a experiência. Como eu já havia falado no outro post o organizador dessa maratona foi o Vitor do Geek Freak. Ele é uma pessoa maravilhosa e com bastante paciência até, kkk.
Bom, o Torneio começou cheio de desafios emocionantes e muitas tretas. Não seria diferente, onde se tem muita gente disputando um torneio tem que ter treta até mesmo para apimentar a competição. Mas o mais interessante de tudo isso são as amizades que nós ganhamos. Ver que existem muitas pessoas que estão nesse mundo literário e que querem fazer essa diferença é maravilhoso. Nem tudo está perdido meu povo.
Eu consegui ler todos os 6 livros que coloquei na minha TBR e não FLOPEI. Acabei até mesmo antes da maratona terminar, isso mesmo, acabei um dia antes, nem acreditei. Todos os livros que li foram sensacionais cada um na sua singularidade, depois é claro terá resenha de todos eles aqui no blog.
No final ocorreu um empate entre as duas equipes, então o Vitor resolveu criar um último desafio para fazer o desempate. O desempate constava em ter um representante de cada equipe para tirar uma foto que representasse a sua equipe. Depois disso ele postou as fotos no twitter e a equipe que conseguisse o maior número de likes venceria. E quem foi a equipe VENCEDORA? É claro que foi a minha. hahahaha. AMEI 💙
Bom, o que tenho para deixar aqui para vocês é que participem de algumas dessas maratonas, vocês não irão se arrepender. Até a próxima!




Tag: Crush Literário

Olá pessoal!

Hoje vou responder mais uma TAG. Vi essa tag no blog do Marco Antonio, Trouxa do Livro. E achei muito legal para responder, e aqui estou. Vamos lá?


1.    "É oficial: fui 100% ignorado pelo crush. Podem me dar meu certificado de trouxa." - Sua maior decepção literária.

     Então esse foi a minha maior decepção literária. Já falei sobre ele em outras tags. Foi triste ler e ficar sem respostas. 

Resultado de imagem para loney



2.    "Foto do crush como wallpaper do celular: Quem nunca?!" - Livro que tem o modelo mais bonito na capa.

     Não tenho muitos livros com personagens nas capas, mas esse é o mais bonito. Sou suspeita para falar, pois sou apaixonada pela banda e pela voz dele. O livro é espetacular, conta toda a trajetória da banda´, suas brigas e seus acertos.

Resultado de imagem para metallica livro

3.    "Estava indo tão bem com o crush, mas aí ele fez um comentário machista. Tadinho." - Livro com um personagem babaca.

     Tem um personagem babaca nesse livro, não é o protagonista, mas o ex marido da personagem principal. O cara fazia o que queria com ela, batia, dizia coisas de baixo nível entre outras coisas. Esse sim é um personagem bem babaca.


Resultado de imagem para um porto seguro

4.    "Olha aonde cheguei, brigando por causa de crush" - Livro ou autor que alguns não gostam e você defende passionalmente.

    Ainda não me aconteceu isso. As vezes encontro pessoas que não curte ler biografias ou terror que são estilos de livro que gosto de ler. Mas nunca defendi nada passionalmente não.

5.    "A sua noite já está ruim, dai tudo que você precisa saber é que o seu crush vai transar hoje... turma não tem noção mesmo, não preciso saber disso" - Livro com ótimas descrições dos acontecimentos.

     Esses dois livros para mim foi o melhor em descrições dos acontecimentos, porque a história se passa no presente e o personagem principal viaja para o passado e o futuro. Então para fazer isso tem que ser bom e ficar perfeito para que o leitor não se perca, e o Augusto Cury conseguiu. Livros perfeitos.


Resultado de imagem para augusto cury em busca do sentido da vida


6.    "Fui curtir uma foto antiga do crush pra ele se tocar que to STALKING, mas percebi que já tinha curtido tudo. Não sei lidar." - Autor que você já leu todos, ou a maioria dos livros publicados.

     Não tem como ser diferente. Já li praticamente todos os livros da J.K. Rowling. Amo a forma como ela escreve. E sou apaixonada por HP.
Resultado de imagem para j k rowling

7.    "Você vê que o nível tá critico quando tu procura o nome do crush na busca do Twitter mesmo sabendo que ele não tem Twitter" - Livro que você está ansioso pelo lançamento.

     No momento não veio nenhum em minha cabeça. Sorry!

8.    "O pior de mandar mensagem bêbada pro crush é que ele responde e NÃO TEM ASSUNTO" - Livro que você comprou por impulso e ainda não leu.

     Comprei esse livro na Bienal de 2013 e até hoje não li. Porém coloquei ele na minha TBR do Torneio MLV para ler. Então desse mês de Janeiro não passa. kkkkk

Imagem relacionada


9.    "O que a gente faz quando o crush corresponde? Nunca cheguei nessa fase do jogo e estou perdido!" - Livro que excedeu as expectativas que já eram altas.

     Eu já esperava um belo livro, mas foi bem mais do que eu esperava. Adorei ler cada página e entrar nesse mundo peculiar.

Resultado de imagem para trilogia da senhora peregrine


10.    "E quando até ler crush te dá preguiça?" - Livro que você tem há muito tempo e ainda não leu. 

     Além do livro Caverna do Dragão não tenho nenhum livro que não li. Procuro ler todos assim que compro.

Ah, quem quiser pode ficar a vontade para responder a TAG em seu blog ou aqui mesmo. Só não esqueça de indicar o blog e deixar seu link nos comentários para que eu possa ver as respostas.

Até o próximo post! ❤

Pés Descalços


Boa noite meus amores


Hoje vou falar de mais um livro da Editora Chiado. Meu último livro foi do autor Ivan Bittencourt Jr. Hey, panda. Vamos fugir? Eu realmente fiquei louca nesse livro. Então descobri que o Ivan tinha escrito outro e pedi a editora que me enviasse. Não foi pra menos, GAMEI. Ivan escreve muito bem, é de uma simpatia e simplicidade para escrever que poucos têm. Esse foi seu primeiro livro.

Bom o livro que escolhi foi Pés Descalços. Um livro maravilhoso para ler e dar de presente. Aquele livro que faz você refletir sobre a vida, sobre suas escolhas, sobre como viver melhor cada dia que estamos aqui na terra. Ivan sabe muito bem colocar as palavras no momento e na hora certa. Eu me encontrei em vários momentos da leitura, me vi em varias situações colocada pelo personagem. È uma história encantadora.
Vou falar um pouco sobre essa linda história, mas já vou logo avisando que não vou dar spoiler e acho MUITO importante que você adquira o livro, porque cada um vai viver a história de uma forma diferente e tenho certeza que será única e encantadora.


“Acho que não deveríamos fazer um pedido somente quando vemos uma estrela cadente, mas sim todos os dias quando o sol se pôr, pedir um novo dia ao lado de quem a gente ama.”


Tudo começa com a chegada de Leo, um menino do interior, que vem para a cidade estudar na faculdade. Leo consegue ficar em uma casa que sua madrinha conseguiu para ele até que o mesmo se organize e alugue algo para si próprio. E é nessa casa que Leo conhece Ana, Julia e Bernardo. Por um tempo eles serão sua família, já que seus pais ficaram na fazenda no interior da cidade. Só que nessa casa a tristeza é algo muito forte e permanente, pois a família tinha acabado de perder uma pessoa muito especial, Ricardo, que era o amor de Ana e o pai de Julia e Bernardo.
Leo chega nessa casa para fazer uma diferença enorme na vida dessa família. Aos poucos ele vai entendendo cada um e tentando de todos os jeitos ajuda-los a passar por essa fase. Mas Leonardo também tem suas tristezas e dificuldades. E juntos vão tentar se erguer para seguir em frente.
È claro que nessa história não poderia faltar um grande amor, pois Ivan é assim, super romântico para escrever. Além de falar sobre a perda de alguém próximo, amores verdadeiros. Ivan também fala um pouco sobre a política que vivemos e esse meio tecnológico que às vezes nos prende de uma forma que não conseguimos enxergar quem é que está ao nosso lado.


“O que importa fazer hoje é aquilo que não nos arrependeremos de ter se deixado para fazer amanhã.”


Falando um pouco sobre o titulo do livro “Pés Descalços” é algo muito sugestivo. No mundo em que vivemos precisamos muitas vezes descalçar nossos pés, precisamos desapegar de coisas inúteis e viver mais intensamente os prazeres simples que a vida nos proporciona. As vezes olhar o nascer ou o pôr do sol pode fazer uma grande diferença em nossas vidas. Então não deixe para amanha o que você pode fazer hoje. Viva cada dia intensamente e diga sempre o que sente para o outro porque senão pode ser tarde demais.

Como eu havia falado no outro post o autor tem um canal no youtube, vou deixar aqui um video onde ele fala sobre o livro e se vocês estiverem a fim de se inscrever fiquem a vontade.



Sobre o autor - Ivan Bittencourt Jr

É gaúcho e mora em Guaíba. Em 2015 lançou pela Chiado Editora o seu primeiro livro, Pés Descalços, e até hoje as pessoas continuam achando que ele não usa calçado. Mas é claro que usa! Pés Descalços é apenas uma metáfora sobre a quantidade de coisas que a gente precisa se descalçar hoje em dia. Agora, com o livro Hey, Panda, vamos fugir? não vão ficar pensando que ele vá mesmo convidar um panda pra fugir, tá? É cristão e trabalha na área de Gestão de Pessoas, e mesmo podendo parecer clichê, Ivan acredita no amor verdadeiro para sempre. Em seus livros, videos, blog e nas redes sociais, convida o leitor para uma viagem sobre a simplicidade da felicidade.

Website do autor: http://www.ivanbittencourtjr.com/

Onde comprar o livro: Chiado Editora

Heaven


Olá leitores

Quero dizer que estar sendo bem difícil escrever sem fazer spoiler desse livro, até porque é difícil você escrever sobre uma continuação e não falar sobre a história. Mas vamos lá. Tentarei fazer o máximo que consigo.
Depois de conhecermos os personagens e a seus objetivos no mundo, o amor de Beth e Xavier e a grande batalha que tiveram no inferno que foi muito bem escrito no segundo livro, a autora vem com uma bomba para nós. Quando achamos que tudo acabou que agora todos vão viver uma vida linda e um amor inesquecível, chega à vez de o Céu interferir. Pois é gente, nada é perfeito nessa vida.

Depois de tudo a vida de Beth e Xavier volta ao normal, por enquanto. É dia da formatura no ensino médio e Xavier tem uma surpresa para Beth. Já quase na hora da turma entrar Xavier pede que Beth saia com ele para irem até o velho carvalho no pátio da escola. È nesse lugar onde eles viveram muitas emoções que Xavier pede Beth em casamento. Ela não pensa duas vezes e aceita, pois o amor dos dois é maior que tudo. Porém o casamento deles sem duvida seria visto como um ato de rebeldia, de ataque contra o Reino, digno de punição. As características humanas de Beth eram dominantes e todas as leis do Céu pareciam estranhas para ela. Eles se casam escondido e o provável acontece, os Setes vêm em busca de Beth, pois ela infligiu a maior das leis.
Os Setes foi um apelido que os Guardiões tinham dado aos Principados – ou, às vezes, príncipes - , por causa do seu status. Depois de alguns anos como os Guardiões, os anjos receberam a permissão de serem treinados como os Setes, mas não eram todos. Era mais ou menos como a versão do Céu para o serviço militar – uma existência estrita de treinamentos rigorosos com pouca ou nenhuma interação com as almas humanas. 
Bom com isso já deu para ver que a batalha para esses dois não tinha acabado. Mais uma vez eles teriam que enfrentar uma batalha para poderem ficar juntos. E mais uma vez Beth é separada de seu grande amor. Será que depois de tantas batalhas o amor de Xavier e Beth irá resistir?
Vou deixar um trecho do livro dita por Beth que é uma mensagem muito bonita e que nós podemos seguir também.

“A nossa união havia perturbado muitos do Céu e do Inferno. Talvez nunca houvesse um tempo em que poderíamos relaxar. Não sabia. Só sabia que todos os dias em que acordávamos juntos eram bênçãos. Então, se o destino nos estava oferecendo um momento breve de felicidade, nós o agarraríamos.”

O que eu posso dizer é que leiam essa trilogia porque ela é maravilhosa, tem como tirar muita lição de tudo isso. Até o próximo post.

TAG: Se eu fosse...

Olá, leitores! Tudo bem?

Essa TAG eu vi no bog da Leitora Cretina e foi criada pela Janaina do blog Nasci Angios Nela, eu tenho que relacionar a minha vida com filmes, livros e séries. Então vamos as perguntas. Espero que vocês gostem. Beijinhos

1- Se eu fosse uma ficção?

Seria a história de HP só para viver em Hogwarts e ter poderes, fazer tudo com magia. Poder estar em vários lugares, voar, jogar quadribol e tudo que minha imaginação permitir.
Imagem relacionada

2- Se eu fosse um lugar?

Seria Londres. Sou apaixonada por esse lugar. Um dia irei lá.
Resultado de imagem para londres


3- Se eu fosse uma capa?

Essa capa é muito fofa, e eu sou fofinha, um amorzinho. E também gosto muito desse título de Vamos fugir? Quem nunca quis isso?!

4- Se eu fosse um escritor?

Seria essas duas talentosas escritoras, J.K. Rowling e Lu Muniz.




5- Se eu fosse uma história?

Então não preciso falar nada, né?!


Resultado de imagem para 50 tons de cinza livro filme


6- Se eu fosse um personagem?

Com toda a certeza do mundo Hermione Granger. Gosto muito dela, é inteligente, gosta de ler, gosta de saber das coisas... assim como eu.

Resultado de imagem para hermione granger



7- Se eu fosse uma série?

Não tem como falar outra. Essa é a série da minha vida. Apesar de Shonda matar quase todo o elenco, amo de paixão.

Resultado de imagem para grey anatomy

8- Se eu fosse um herói?

A viúva Negra, é incrível. Gosto do poder de sedução e convicção que ela tem. Então tem tudo haver comigo. Até meu cabelo é da mesma cor. kkk


9- Se eu fosse um filme?

Esse é o filme da minha vida. Amo de paixão, a história, as personagens, o desenrolar de tudo. Os figurinos então, são maravilhosos. Sei todas as falas. kkkk



Resultado de imagem para o diabo veste prada

Até o próximo post! ❤