Extraordinário


Boa noite leitores

Hoje vou falar sobre um livro que já queria ler a muito tempo. Ouvi muito sobre os comentários desse livro e sempre foram muito positivos. Com isso a minha vontade só aumentou, então tive a oportunidade de compra-lo para ler. Confesso que assim que o livro chegou a minha casa, eu queria muito lê-lo, porém eu tinha uma lista a seguir, pois precisava encerrar umas leituras antes, só depois fui conseguir pega-lo para ler. E é claro que a minha opinião sobre esse livro maravilhoso não poderia ser diferente das outras pessoas das quais li os comentários.

Primeiro gostaria de falar que achei muito interessante a história e a forma como a autora expos um assunto de uma forma tão bonita. O livro além de falar sobre uma síndrome também nos fala sobre o bullying e como devemos lidar com ele em muitas situações. A questão maior é que as pessoas não sabem e nem procuram saber o quanto é difícil para uma família como a do Auggie enfrentar todos esses desafios. Julgar os outros é algo que não cabe a nós, o que devemos fazer é respeitar e aceitar todas as diferenças. Bom, vamos falar um pouco sobre esse livro extraordinário. Não vou ficar dando spoiler, é um livro que todos devem ler e tirar proveito dessa lição de vida.

August Pullman, mais conhecido como Auggie é um menino que nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é a deformidade facial. Desde muito pequeno Auggie passa por muitas cirurgias para ter uma vida um pouco melhor. Pois com essa síndrome ele tem muitas dificuldades para comer, respirar, ouvir e até mesmo ver. Então todas essas cirurgias são necessárias para melhorar sua condição de viver e não somente sua aparência. Auggie nunca esteve sozinho nessa, sempre teve o apoio de seus pais e sua irmã mais velha.

A vida “social” de Auggie começa aos 10 anos quando finalmente ele vai para a sua primeira escola. Antes disso sua mãe ensinava-o em casa, já que em alguns outros países isso é permitido. Outro fato para Auggie estudar em casa também era pelas muitas cirurgias que passou e todo o processo de recuperação e adaptação. Porém quando chegou o momento certo seus pais resolveram que era hora para ele ir para escolar e conhecer outras pessoas e aprender a conviver com a sua diferença.

A partir desse momento Auggie começa a entrar num mundo onde ele irá encontrar pessoas boas que vão ajuda-lo, não porque ele é especial, e sim por conhecê-lo e gostar de como ele é. Irá também encontrar aquelas pessoas que se acham melhores e que iram fazer de tudo para que todos fiquem contra ele, fazendo com que Auggie se sinta mal e deslocado. Mas nada do que ter verdadeiros amigos para enfrentar todos os desafios da vida, e isso Auggie com seu jeito engraçado de ser consegue conquistar.

A autora R. J. Palacio consegue explorar bem essa questão de um menino que tem suas diferenças em um ambiente escolar pela primeira vez. A leitura é bem gostosa e fluida. O livro não é grande e a gente pode ter visões diferentes dos personagens, pois o livro é dividido em oito partes. Cada parte dessas é um dos personagens falando um pouco sobre si mesmo, sua família e sua convivência com Auggie. Uma forma muito interessante de expor, já que cada um tem uma visão de como é a vida e seus contra tempos.

É um livro que com certeza recomendo para a leitura de qualquer pessoa. Um livro que vai fazer você pensar em como está agindo com as pessoas ao redor. Será que vale a pena ficar julgando os outros pelas suas diferenças? Irá valer a pena ficar reclamando da vida se nem passamos por problemas tão graves assim? Acho que são perguntas para refletir e começar a fazer diferente.


“Vamos criar uma nova regra de vida... sempre tentar ser um pouco mais gentil que o necessário?”

Sr. Buzanfa (diretor da escola) no dia da formatura de Auggie.


Terá o lançamento do filme, e eu já estou na expectativa para ver. Acredito que será um filme excepcional. Uma história mais que extraordinária.

TAG: Cozinha de Hogwarts

Boa noite, leitores.

Hoje terá mais uma TAG. Todo mundo sempre gosta de ler e responder tags, eu adoro. E já que estamos na estreia de Animais Fantástico e onde habitam lá vem uma Tag para a gente lembrar um pouco sobre Harry Potter. Eu fui convidada pelas lindas Camila França e Thayza Fonseca do blog Garotas Devorando Livros para responder essa tag maravilhosa sobre a cozinha de Hogwarts. È lá onde todos os doces e travessuras são produzidos. Então, vamos lá?

1- Sapo de chocolate – Um momento engraçado.

Um dos momentos engraçados que tiveram nos dois primeiros filmes de Harry Potter foram todas as cenas em que Snape de alguma forma bate em Harry e Rony, na sala de aula. Onde ele acaba sempre empurrando a cabeça dos dois, ou batendo com o livro para que eles prestem atenção na leitura e parem de conversar sobre outros assuntos.

2 - Cerveja amanteigada - Um lugar especial.

Um lugar especial? Nossa tem tantos... Difícil de escolher. Porém escolho a casa dos Weasley, pois é uma família onde todos nós queremos estar e fazer parte, onde Harry sempre foi muito bem acolhido e é muito gostoso ver tudo na casa funcionando magicamente. Quem não queria uma cozinha daquelas?

3 - Bolo do Hagrid – Um momento que você ainda não digeriu.

A morte de Sirius Black. Eu entendo perfeitamente o motivo, porém acredito que foi em um momento muito ruim, pois eles (Sirius e Harry) estavam começando a se conhecer. Então fiquei bem na bad por isso. Existiram outros que também não digeri, por exemplo aquela medonha da Dolores ter assumido por um tempo a direção de Hogwarts.

4 - Pudim da Luna – Um momento inesquecível. 

Que difícil essa, porque são tantos... Mas toda vez que Harry, Rony e Hermione após uma batalha acabam olhando um para outro e encontrando ali uma verdadeira amizade, em saber que eles podem sempre confiar um no outro, isso não tem preço. Então sempre será inesquecível ver essa troca de olhares.

5 - Varinhas de alcaçuz - um momento doce.

Quando Hermione está conversando com Harry e Rony próxima de uma árvore e o lindo e gato do Vitor Krum passa seguido por varias meninas e diz um oi para Hermione e lançar um olhar daquele de matar qualquer menina. Muito fofo!

6 - Vomitilha – Um momento que te fez querer vomitar.

Quando Harry encontra um ser que mais tarde se torna Voldemort na Floresta tirando a vida de um lindo unicórnio e bebendo de seu sangue.

7 - Feijãozinho de todos os sabores - Um momento que te pegou de surpresa.

Nessa eu vou concordar com a Camila. Foi quando o Harry colocou a sua meia dentro do diário e o entregou para o Lucio Malfoy, sabendo que ele entregaria ao Dobby, libertando-o.






Espero que vocês tenham gostado das minhas respostas. Estou ansiosa para saber as de vocês. Beijinhos 😍


TAG: Obsessão por Livros

Boa noite leitores.

Hoje vou responder uma TAG que vi no blog Book & Cia da Thaianny Limp. O nome da Tag é Obsessão por livros, então já sabe que as respostas serão loucas. Espero que gostem e deixem suas repostas nos comentários. Irei adorar saber a sua obsessão por livros. Será que temos a mesma loucura?


Você tem obsessão em comprar livros?


Sempre. Preciso até me controlar para não falir. É uma paixão descontrolada. E quando tem uma promoção então, fico enlouquecida.

Quando, onde e quantas vezes você compra livros? Vai sozinho ou acompanhado?


Costumo comprar online então compro sozinha. Quando vou ao shopping não resisto e sempre passo em livrarias e acabo comprando mais livros. Nesse caso  acompanhada. Quando tem Bienal piro de vez. Compro muito, uma mala ou mais.

Qual o aspecto que te atrai em um livro? Tem algum gênero que você sempre procura?

Acho que não tem outro para mim a não ser a capa. Não julgo so por isso, porém é algo que me chama atenção a primeira vista. Sobre o gênero, não tenho um especifico, gosto de ler, porém não sou fã de poemas e poesias.

Prefere livros novos, usados ou a mistura de ambos?

Novos sempre. Gosto dos  meus livros intactos, perfeitos, sem lombadas, sem estar amassados, sem estar escritos, grifados. Então prefiro livros novo.

Quanto você está disposto a gastar com livros por mês?

O que eu puder. Tem mês que não tem como, então tenho que me conformar.

Alguma vez você já se obrigou a parar de comprar livros?


Não, ainda não cheguei a esse ponto. Sei os meus limites, não deixo de fazer algo só para comprar livros.

Quanto tempo você demora a ler os livros recém comprados?

No máximo dois dias, isso se eu não tiver nenhum na frente que é algo quase impossível de acontecer. Sempre tenho livros na lista para ler e sempre compro mais.

Você prefere comprar muitos livros curtos e caros ou livros grandes e baratos?

Compro livros que quero e gosto de ler, independente de tamanho e valor. É claro que se tiver promoção a gente pode negociar.


Deixe suas respostas nos comentários vou adorar saber sobre sua obsessão por livros. Beijinhos e até o próximo post.


Um Tom mais Escuro de Magia - Turista Literário

Boa noite, leitores

Hoje vou falar sobre a minha primeira experiência da malinha do Turista Literário. Tudo o que veio na malinha foi super interessante. Cada item realmente estava ligada com a história, a playlist maravilhosa, o chá nem se fala, delicioso. E o brinde foi uma bolsa incrível que estou pensando em transforma la em uma fronha de almofado. Uma sugestão de uma colega do grupo do Turista.

Bom o livro de hoje será bem difícil para eu falar. Eu fiquei três semanas paradas nesse livro tentando acabar a leitura. E vocês sabem que leio super-rápido. Fiquei até desanimada, mas não gosto de abandonar a leitura então fui até o fim. A leitura foi bem arrastada, não consegui fazer uma ligação com ela, não consegui imaginar os personagens. Eu tive uma dificuldade imensa para ler, me perdia às vezes e precisava voltar. Então não foi nada agradável para eu ler ele. Porém pode ser que para outras pessoas ele seja maravilhoso. Isso vai de cada um.
Como foi muito complicado para mim a leitura, não vou conseguir fazer uma resenha dele como faço com os outros livros. Então tentarei colocar alguns pontos do livro para que vocês tenham uma noção de como ele é. Vou deixar também a sinopse dele para vocês.

Sinopse:

Kell é um dos últimos Viajantes – magos com a habilidade rara e cobiçada de viajar entre universos paralelos conectados por uma cidade mágica.
A Londres Cinza é suja e enfadonha, sem magia alguma e com um rei louco – George III. A Londres Vermelha é onde vida e magia são reverenciadas, e onde kell foi criado ao lado de Rhy Maresh, o boémio herdeiro de um império próspero. A Londres Branca é um lugar onde se luta para controlar a magia reage, drenando a cidade até os ossos. E, era uma vez a Londres Negra... No entanto ninguém mais fala dela.
Oficialmente, kell é o Viajante Vermelho, embaixador do império Maresh, encarregado das correspondências mensais entre a realeza de cada Londres. Extraoficialmente, é um contrabandista, atendendo a pessoas dispostas a pagar por mínimos vislumbres de um mundo que nunca verão. É um hobby desafiador com consequências perigosas, que Kell agora conhecerá de perto.
Fugindo para a Londres Cinza, Kell esbarra com Delilah Bard, uma ladra com grandes aspirações. Primeiro ela o assalta, depois o salva de um inimigo mortal, e então o obriga a levá-la para outro mundo a fim de experimentar uma aventura de verdade.
Magia perigosa está a solta, e a traição espreita em cada esquina. Para salvar todos os mundos, Kell e Lila primeiro precisam permanecer vivos.

Só em ler a sinopse já é difícil de acompanhar. Ai vocês devem estar se perguntando então: porque você comprou esse livro? Bom esse livro faz parte do Turista Literário. Foi o meu primeiro livro. Então não tem como escolher o que vai ler. É sempre uma surpresa, eu expliquei tudo em outro post.
Eu não vou conseguir falar sobre a história porque para mim foi tudo muito confuso. Não teve nenhum fundamento, até agora estou sem saber o fundamento da existência da personagem Lila. O personagem Kell tem até uma construção bem legal, dá para você entender bem a história dele, mas os outros personagens ficaram confusos para mim. A ideia de mostrar varias Londres foi ate interessante, mas não me chamou tanta atenção assim. E olha que sou apaixonada por Londres então nem isso fez com que eu me encantasse pela história.
Bom, não vou prolongar mais, peço desculpas por não fazer como geralmente faço, mas esse livro foi difícil. Ele acabou de entrar na minha lista de livros para não recomendar. E olha que nem tinha uma, acabei de criar por causa dele. Espero  mesmo não precisar colocar mais nenhum nela. Até o próximo post.  


Tudo o que vem na malinha.

TAG - Modalidades Olimpicas

Boa noite leitores.

Vamos de mais uma TAG?

Já que tivemos os jogos Olímpicos vamos nos divertir um pouco com essa tag das modalidades. Achei super divertido responder e espero que vocês gostem.

Judô Literário - Qual foi o último livro que você teve que lutar para ficar com ele?

Bom eu não tive essa experiência ainda. Não precisei lutar com ninguém para pegar o último livro da prateleira, mas se fosse necessário com certeza o faria.

Leitura Artística - Qual foi a posição mais estranha porém confortável que você ficou lendo um livro?

Bom eu costumo ler meus livros no sofá mas de ponta a cabeça. É super confortável e ajuda a não dar dor nas costas. kkkk

Levantamento de livros - Qual foi o livro com mais de 500 páginas que você já leu?

Eu particularmente adoro livros gigantes, é claro quando a história é boa. Um livro que li desse nível e foi bem interessante foi o Aprendiz do Arquimago.

Revezamento de livros - Aquele livro que você mais gosta e emprestou para todos os seus amigos.

Difícil essa. Eu não sou muito de emprestar meus livros, morro de ciúmes, mas estou trabalhando nisso. Acho importante a gente passar a frente conhecimento. Um livro que tem uma história fantástica e que emprestei foi o "O Colecionador de Lágrimas" de Augusto Cury, emprestei ele duas vezes. Isso é um record para mim. kkk

Maratona Literaria - Aquela serie com mais de 5 livros que você leu toda ate acabar sem intervalo.

Posso estar sendo repetitiva mais não teve outra ainda que me fez ler assim sem intervalo sem ser Harry Potter. Sou fã e não escondo isso. 

Leitura Sincronizada - Quando você e seu amigo estão lendo o mesmo livro.

Difícil essa também. Essa modalidade com certeza eu não ganharia. Meus amigos não são muito de ler e quando leem dizem que eu leio muito rápido. Então ainda não tive uma amigo para fazer essa leitura sincronizada, quem sabe um dia.

Espero que tenham gostado. Até a próxima. Beijos