O Lar da Srta. Peregrine – Para Crianças Peculiares – Biblioteca de Almas


Boa noite leitores
O último livro da trilogia não poderia ser diferentes dos outros, é maravilhoso. A cada pagina virada uma emoção diferente. Pode dizer que nunca me imaginei em ler algo tão peculiar como foi esses livros. Ransom Riggs consegue fazer com que o leitor entre e viaje junto com Jacob e seus amigos pelas fendas, que sinta cada emoção passada por cada personagem, pelas dúvidas e pelas lamentações. Realmente é um livro que me deixou encantada com o detalhamento da escrita e com todo o conteúdo do livro. Os capítulos são longos, isso é verdade, porém a leitura é gostosa demais para um pequeno detalhe. Como nos outros posts não vou dar spoiler, pois livro deve ser lido por todos. Tentarei apenas falar um pouco da emoção que senti em ler e deixarei alguns trechos do livro também.
Para começar foi explicar para vocês o que seria os Etéreos. Os Etéreos são ex-peculiares monstruosos, ávidos pela alma de seus antigos irmãos. São cadavéricos e ressequidos, exceto pelas mandíbulas musculosas, dentro da qual abrigam línguas poderosas como tentáculos. São especialmente perigosos por serem invisíveis a todos, com exceção de alguns poucos peculiares, do quais Jacob Portman é o único vivo de que se tem conhecimento (seu falecido avô era outro). Até pouco tempo atrás, quando uma inovação recente ampliou suas habilidades, os etéreos não podiam entrar nas fendas, que, por isso, eram a moradia preferida dos peculiares.
A minha visão sobre essas criaturas foi a mais apavorante possível. Imagina você diante dessa criatura sem poder fazer muita coisa a respeito, preste a ser engolido vivo por ela. É algo de deixar qualquer um amedrontado até menos para um peculiar. Mas os nossos amigos tinham Jacob que foi um grande herói e pode ajuda-los com essa criatura horripilante.
Pior do que os Etéreos eram os Acólitos. Um etéreo que consuma almas peculiares suficientes se transforma em um acólito, visível para todos e em tudo semelhante a uma pessoa normal, com uma exceção: os olhos sem pupilas, perfeitamente brancos. Brilhantes, manipuladores e habilidosos em se misturar, os acólitos passaram anos se infiltrando tanto na sociedade normal quanto na peculiar. Eles podem ser qualquer um: o balconista da mercearia, o motorista do ônibus, seu psiquiatra. Realizaram uma longa campanha de assassinato, medo e sequestro contra os peculiares, usando os etéreos como seus monstruosos assassinos. Seu objetivo final é se vingar e assumir o controle do mundo peculiar.
Não tem nem o que falar muito sobre os Acólitos, pois são pessoas que só pensam em si. Fizeram muitos estragos nas vidas dos peculiares, destruíram fendas inteiras, escravizaram muitos peculiares e Etéreos. Fizeram com que os peculiares ficassem dependentes deles através de uma droga das mais cruéis. Sentimento sobre eles raiva.  
Agora vou abrir um espaço para agradecer ao autor Ransom Riggs, peço licença, pois irei fazer em inglês.
Ransom Riggs, what can I say for you? I just want to say Thanks for this incredible history. I love all the three books, I loved all the things. You write very well. When I was reading I could imagine all the characters because you describe all them very well, the places that you mentioned, London. I love London. So, write more books like that, please.
Não poderia deixar de mencionar mais uma vez as belas fotos que Ransom coloca no livro, como já falei antes elas dão um ar muito mais emocionante à história. Então vou colocar algumas aqui para que vocês possam apreciar um pouco.



Bom, gente é isso. Espero que tenham gostado, pois eu amei cada livro. Até o próximo post.

Ode de Sangue – Memórias Vampirescas


Boa noite leitores.
Hoje vou fala sobre um conto de uma autora brasileira, Nana Garces. Pois é gente estou me rendendo à literatura brasileira e amando. Essa leitura eu fiz bem rapidinha é um conto então é mais curto que um livro, porém não deixa de ser uma história fascinante. Eu sou bem suspeita falar sobre livros e contos que falam sobre vampiros, sou loucamente apaixonada por esse estilo de leitura.
A história é muito bem escrita e rica de detalhes inclusive com fatos históricos. A autora consegue levar a todos em sua leitura até a época em que se passa toda a história. Eu fiquei encantada com a escrita e com o conteúdo todo, todo detalhe escrito foi essencial para construção dos personagens. O que me chamou mais atenção foi que tem um conflito religioso envolvendo e que faz você pensar em muitas questões. Por mais que muitas histórias sejam fictícias nos podemos tirar lições e reflexões sobre elas, e esse conto é um, com muitas reflexões.
A personagem principal se chama Madalena e é uma jovem que tem uma fome de conhecimento. A história se passa na Itália no século XVII, e nessa época todos nos sabemos que os estudos eram bem diferentes do que temos hoje e a mulher não era permitida estudar. Porém sua mãe que era uma religiosa, através da bíblia ensina todos os seus filhos e filhas a ler. Com isso Madalena se tornou uma pessoa muito religiosa. Sua fé era algo digno de se ver, ela tinha um amor muito grande pelas pessoas, e estava sempre pronta a ajuda-las.
Madalena é filha caçula e a mais encantada por todos as histórias e ensinamentos que sua mãe a transmitiu. E é através dessa busca da leitura, artes e música que Madalena encontra Giovanni, um homem misterioso, com sua pele pálida, cabelos loiros, olhos azuis, um homem muito lindo, mas que possuía um olha triste. E a partir desse encontro na biblioteca angélica que a vida de Madalena mudaria. A partir desse ponto acontece muitas coisas tristes e dolorosas na vida de Madalena e sua família. Madalena é posta a prova para testar sua fé e o amor pelo próximo.
O que posso falar mais é que o conto traz uma mistura de emoções enquanto você lê. As emoções que senti foram: raiva, ódio, amor, entre outros que vão se misturando ao longo da leitura. Pensamentos vão surgindo a todo o momento, uma história que ficou com um gostinho de quero mais, quero muito mais saber sobre Madalena. Saber até onde sua religiosidade e seu amor pela raça humana irão chegar.

"Ela é humana demais para uma vampira. Boa demais até mesmo para uma humana."

Espero que tenham gostado e não deixem de comprar e se deliciar com essa historia. Até o próximo post. Beijinhos


                                                Book Trailer

Sobre a autora – Nana Garces
Nascida em Florianópolis, Nana Garces vive atualmente numa cidade da Grande Florianópolis, chamada Palhoça, onde mora com seu marido e cachorro. É formada em Serviço Social pela Universidade Federal de Santa Catarina. Sempre gostou muito de criaturas fantasiosas, mesmo em suas primeiras leituras Nana já demonstrou interesse pelo mundo sobrenatural. Seu interesse por escrever surgiu nos jogos de RPG e em fanfics quando ainda jovem. Com o tempo conheceu autoras como Charlaine Harris e Anne Rice, grandes influências para formar sua escrita. Escrever sempre foi uma diversão, apenas no começo de 2016 que foi desafiada por uma amiga a escrever um conto de suspense e essa experiência a levou a novos caminhos.
Hoje, Nana possui duas publicações na Amazon, um conto (Estoy de Acuerdo - Um atendimento do destino) publicado na antologia Vidas que se Encontram e o e-book Ode de Sangue - Memórias Vampirescas.




Autora: Nana Garces


Nascida em Florianópolis, Nana Garces vive atualmente numa cidade da Grande Florianópolis, chamada Palhoça, onde mora com seu marido e cachorro. É formada em Serviço Social pela Universidade Federal de Santa Catarina. Sempre gostou muito de criaturas fantasiosas, mesmo em suas primeiras leituras Nana já demonstrou interesse pelo mundo sobrenatural. Seu interesse por escrever surgiu nos jogos de RPG e em fanfics quando ainda jovem. Com o tempo conheceu autoras como Charlaine Harris e Anne Rice, grandes influências para formar sua escrita. Escrever sempre foi uma diversão, apenas no começo de 2016 que foi desafiada por uma amiga a escrever um conto de suspense e essa experiência a levou a novos caminho.
Hoje, Nana possui duas publicações na Amazon, um conto (Estoy de Acuerdo - Um atendimento do destino) publicado na antologia Vidas que se Encontram e o e-book Ode de Sangue - Memórias Vampirescas.

Fale com a Autora: Facebook
Onde Comprar: Amazon / EL




Autora: Lu Muniz

           Lu Muniz é do Rio de Janeiro, formada em Letras (Português/Literatura) e completamente apaixonada por arte e livros. Foi alfabetizada cedo e a leitura e a escrita passaram a ter enorme fascínio sobre ela, fato que a levou a escrever seu primeiro livro aos treze anos de idade.
Em 2016, publicou pela Editora Anjo (SP), "Quando você chegou..."; um livro que narra a história de Nina, uma garota de dezenove anos que salva um menino de cinco dos escombros após uma chuva torrencial que atinge a sua cidade.
A repercussão do livro tem gerado ótimas críticas à autora por trazer uma forte carga emocional ao leitor, à medida que trata, de maneira profunda, reflexiva e não linear, do amor como essência não co-sanguinea que move o ser humano.
"Doce Inocência, outro olhar sobre o seu" é a versão atualizada do romance original escrito pela autora ainda menina. Ele é uma trilogia e tem como principal temática, o amadurecimento feminino em diferentes fases da vida. A leitura promete embalar o leitor pela magia dessa fase tão intensa que é a transição de menina-mulher.
O primeiro volume da série está na Amazon e teve 90 mil páginas lidas em um mês. Será publicado pela Editora Sarau (SP), com previsão para outubro.
Lu Muniz também é autora de histórias infantis ilustradas por ela, contos, crônicas, peças de teatro e poemas.





Fale com a autora: Facebook
Onde Comprar: Amazon

Doce Inocência – Outro olhar sobre o seu


Boa noite leitores
Bom, não sei nem por onde começar a falar sobre essa maravilha que tive a honra de ler. Eu não tenho habito de ler literatura brasileira, já tive algumas decepções e nunca consegui sentir emoções nas leituras. Porém depois que criei o blog conheci muitas pessoas maravilhosas e que foram me incentivando a ler mais a nossa literatura. Uma dessas pessoas me alertou que uma autora estava à procura de blogueiros para resenhar seu livro. Essa pessoa linda é a Karol do blog Pequenos Infinitos. Então Karol muito obrigada por essa dica. Foi ai que entrei em contado com a autora Lu Muniz e então fechamos a parceria. Fui apresentada ao livro e então foi onde me deparei com uma leitura gostosa, fluida e cheia de emoção. 
Lu, parabéns pelo seu trabalho e pela essa leitura maravilhosa e história emocionante. Você realmente sabe como escrever e prender um leitor. Pode sim se sentir no topo. Porque como já mencionei aqui no blog são poucos os autores que conseguem me deixar em êxtase, e você conseguiu. Estou louca agora pela continuação dessa história. Espero mesmo de coração que você escreva muitos e muitos livros e continue nos emocionando.
Como vocês sabem não sou de colocar sinopse nas minhas resenhas, pois prefiro passar a emoção que sinto ao ler o livro. Vou contar um pouco da historia, porém não irei muito além para que vocês possam ler o livro e sentir as emoções que senti ao lê-lo. Então vamos lá.
Francine é uma menina de 13 anos, uma adolescente como todas as outras passando por aqueles momentos que todos passamos. Sua maior preocupação é, se será aceita pelos meninos, se ela será uma menina bonita e interessante. Gosta de ler e nas férias escolar, sua família costuma ir para a casa de praia deles. E é nessa praia que Francine começa seu dilema. Fran tem uma família como todas as outras, seu pai, o Dr. César é medico e uma pessoa que ela admira muito, sua mãe D. Lúcia adora gastar o dinheiro de seu pai e a relação delas não é muito boa. Fran também tem dois irmãos, Alexandre que segue a carreira do pai e é seu melhor amigo e Bianca a irmã do meio. Fran tem um carinho muito grande por Bastiana, sua ex-babá e administradora das tarefas da casa. Até ai tudo normal, nada demais para uma história, mas é ai que tudo se transforma.
Alexandre tem um amigo chamado Ivan, que praticamente foram criados juntos. Ivan viu Fran nascer e sempre esteve ao lado dela, cuidando e amando como uma irmã. Ivan perdeu seus pais então sempre viu a família de Alex como sua família também. Ivan cresce e acaba indo morar fora, mas antes disso ele vem se despedir de Fran que entra em desespero, mas até ai é só um amor de garotinha, para os outros. Quem nunca se apaixonou nessa idade, por alguém mais velho? Faz parte da adolescência. Porém o amor de Fran por Ivan é real e imenso, incontrolável. Um amor que ficou guardado por muito tempo e que está pronto para explodir.
Só que é na volta de Ivan que tudo se renova e transforma. A diferença deles é de 13 anos. Fran agora tem 18 e Ivan 31. Ficou curioso para saber? Será que esse amor cresceu? Será que vai ser correspondido? Pode um amor desses ser real? Para saber de tudo e muito mais só lendo o livro. Mas o que posso dizer é que você vai ser apaixonar por Fran e pela sua história.


Book Trailer

Todo amor, não importa como ele seja, tem sua trilha sonora e essa é a trilha de Ivan e Fran.



A musica de Ivan e Fran




Sobre a Autora - Lu Muniz

Lu Muniz é do Rio de Janeiro, formada em Letras (Português/Literatura) e completamente apaixonada por arte e livros. Foi alfabetizada cedo e a leitura e a escrita passaram a ter enorme fascínio sobre ela, fato que a levou a escrever seu primeiro livro aos treze anos de idade.
Em 2016, publicou pela Editora Anjo (SP), "Quando você chegou..."; um livro que narra a história de Nina, uma garota de dezenove anos que salva um menino de cinco dos escombros após uma chuva torrencial que atinge a sua cidade. 
A repercussão do livro tem gerado ótimas críticas à autora por trazer uma forte carga emocional ao leitor, à medida que trata, de maneira profunda, reflexiva e não linear, do amor como essência não co-sanguinea que move o ser humano.
"Doce Inocência, outro olhar sobre o seu" é a versão atualizada do romance original escrito pela autora ainda menina. Ele é uma trilogia e tem como principal temática, o amadurecimento feminino em diferentes fases da vida. A leitura promete embalar o leitor pela magia dessa fase tão intensa que é a transição de menina-mulher.
O primeiro volume da série está na Amazon e teve 90 mil páginas lidas em um mês. Será publicado pela Editora Sarau (SP), com previsão para outubro.
Lu Muniz também é autora de histórias infantis ilustradas por ela, contos, crônicas, peças de teatro e poemas.



O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares - Cidade dos Etéreos

Boa noite leitores.
O segundo livro é ainda melhor que o primeiro. Não dá para expressar muito em palavras o que o livro passa, pois para cada um será diferente a leitura. Assim como no primeiro é tudo muito fascinante, a cada página se descobre um mundo novo, pessoas novas, histórias novas. Eu não vou contar muito para não tirar o mistério que a envolve. Mas o que posso dizer é que não tem enrolação no livro. Tudo vai fazer sentindo a cada passo das crianças peculiares. Novas histórias irá acontecer em novos lugares. Uma viagem que não pode ser deixada de lado por você leitor que gosta de uma história com muito mistério e grandes descobertas.
Como não falei o que acontece no primeiro livro, não vou poder falar muito aqui para não estragar a surpresa. Então vou colocar alguns conceitos que o livro aborda para poder entender um pouco mais sobre o mundo que Jacob acaba descobrindo. Então vamos conhecer um pouco sobre esse mundo peculiar.

Para começar, existem os coerfolc, a grande massa de pessoas comuns que formam a numerosa humanidade, e há o ramo oculto, os cripto-sapiens, que são chamados de syndrigast, ou “espírito peculiar”. As ymbrynes são as cuidadoras das fedas dos tempos. Cada peculiar tem uma habilidade extraordinária. Também existe a parte malvada da história que são chamados de etéreos e acólitos, para deixar bem claro o que seriam vou usar uma comparação que o autor utilizou no livro. Ser um etéreo é viver um inferno e ser um acólito seria o correspondente a viver num purgatório. Os acólitos não têm habilidades peculiares, mas, como podem passar por humanos, vivem para servir a seus irmãos etéreos, atuando como batedores, espiões e caçadores de carne. Sinistro, né?
 

O livro nos leva para uma viagem entre os anos, que muito me fascinou com detalhes históricos muito forte. E como no primeiro as fotografias continuam arrasando e ajudando na formação da história. Todas as fotos são reais e isso que é mais impressionante, as pessoas antigamente tiravam fotos bem estranhas e que deu todo o chame no livro. Pelas fotos nós podemos perceber o quanto estranha é toda a história do livro, mas deliciosa de ler. Não tem nada de terror no livro. Porque as vezes as imagens acabam chocando, mas o conteúdo é "normal".


Não vou me alongar aqui. A dica que dou é para ler o livro e viajar nesse mundo peculiar tão interessante que Ransom Riggs criou para a gente. Eu já estou com o terceiro livro em mãos então em breve terá post sobre ele, e o fim dessa saga maravilhosa. Um pouco triste isso, mas terá o lançamento do filme em breve. Super ansiosa!
  Vou deixar aqui para que vocês possam ver o Book Trailer que é maravilhoso e bem real. Beijinhos e até o próximo post.