Em busca das Borboletas - Volume II

Boa tarde meus queridos leitores
Mais uma resenha de um livro publicado pela Chiado Editora.
Depois da emocionante história do primeiro livro Margarida Pizarro vem com tudo no segundo. Juntando os dois livros da em torno de 874 páginas de muita leitura, mas com uma história completa e maravilhosa. Margarida conseguiu escrever sem ser monótona, fez com que a historia ficasse cada vez melhor. Acho bem difícil conseguir administrar isso, não é para muitos.
O segundo volume continua a linda historia de Maria e suas borboletas. Maria e Dale passam por muitos altos e baixos no seu relacionamento. Mas ela sabe que pode sempre contar com suas mosqueteiras e sua família. A história de Maria não é muito diferente de outras histórias. A autora explora bem o cotidiano de uma vida simples de uma pessoa batalhadora. Porém a vida de Maria ganha uma reviravolta quando seu bad boy está na corrida para Mayor.
A leitura do livro é bem fluida e gostosa de ler. Pois a riqueza de detalhes existente é maravilhosa. Margarida explora bem a parte politica de New York e também a vivência de uma pessoa que passa de uma vida privada para uma vida pública. Têm um pouco de tudo no livro, política, moda, amizade, ação e um amor incondicional entre Maria e Dale. Há um momento na história que toda mulher ficará encantada, mas é um livro para todo mundo. Não vou ficar falando muito para não dar spoiler, mas foi um livro que me emocionou bastante, pois é muito real. Separei um trecho do livro que a própria Maria faz um resumo de toda a história.
“As minhas borboletas já não me davam tréguas e voavam já ao som de (It’s the final countdown). Era tão estranho que a minha vida tivesse dado uma volta tão grande em apenas um ano. Comecei a trabalhar na Fashion, namorei com Alan, o casamento da minha mosqueteira, conhecer o homem da minha vida, começar a namorar com ele, o stress com a Miss Cruella, acabar com ele, começar a namorar de novo, fazer amor com ele pela primeira vez, acabar com ele, começar a namorar de novo, o pedido de casamento, o rapto, o reencontro, a história com Mia e, agora, o grande dia. Era tanta volta que a minha vida tinha dado que, por momentos, as minhas borboletas voavam meio tontas. Realmente, aquilo mais parecia uma novela mexicana bem dramática.”
Como no primeiro livro a história de Maria e sua vida vai sendo acompanhada de muita música. E eu separei um link com todas elas para que vocês possam ler o livro ouvindo as músicas que embalaram a vida de Maria. A dica que dou é que conforme for lendo o livro faça essa experiência de ir ouvindo, a história acaba ficando mais real e você consegue sentir exatamente o que a personagem principal está passando. A música dá um toque muito especial.

 
Também estou deixando aqui uma entrevista que a autora Margarida Pizarro fez a um programa de TV em seu país. Ela conta um pouquinho como foi escrever o livro. Beijinhos e até o próximo post.


Bienal do Livro - São Paulo 2016

Olá leitores

Hoje vou falar um pouquinho desse grande evento literário que é a Bienal. Ela acontece de dois em dois anos. Um ano é no Rio e o outro em São Paulo. Esse ano a Bienal é em São Paulo, e irá acontecer do dia 26 de agosto até o dia 04 de setembro no Pavilhão de Exposição do Anhembi. Essa será a 24º edição da Bienal Internacional do Livro.



O evento é palco para o encontro das principais editoras, livrarias e distribuidoras do país, cerca de 480 marcas apresentando seus mais importantes lançamentos para aproximadamente 700 mil visitantes em um espaço total de 60 mil m².
Além da grande oferta de livros, a Bienal do Livro ainda conta com uma programação cultural abrangente, mesclando literatura, gastronomia, cultura, negócios e muita diversão!
Os horários são bem flexíveis e da para todo mundo participar. No site vocês podem ver melhor como comprar os ingressos. Tem desconto para crianças, estudantes, professores entre outros. (http://www.bienaldolivrosp.com.br/)
É um evento único, em um universo mágico. Eu sempre vou no evento do Rio, e aconselho todo mundo que ainda não foram para irem participar. Lá não tem só livros para comprar é um local que envolve cultura e encontros. Nós podemos estar pertinho dos escritores, conversar com eles, conseguir autógrafos e estar entre amigos.


    
Uma dica que dou é que antes de ir procure ver o mapa e o local das editoras que você pretende conhecer, assim você ganha tempo e consegue visitar bastantes estandes. No site você também pode baixar o aplicativo para facilitar a sua caminhada pelos os estandes e saber o que está rolando dentro do evento. 
            Conheça agora um pouquinho como essa história da Bienal foi construída.

1951 - 1° Feira
A Primeira feira popular do livro, criada pela CBL, realizada na praça da república.

1961 - Parceria com o MASP
Em parceria com o Museu de Arte de São Paulo aconteceu a primeira Bienal Internacional do Livro

1970 - CBL
A Bienal Internacional do Livro passa a ser realizada unicamente pela CBL

1972 - 1° grande marca
O evento atinge a sua primeira grande marca, 80 mil visitantes e 700 expositores.

1996 - Expo Center Norte
Passou a ser realizada no Expo Center Norte.

2002 - Imigrantes
Devido ao grande sucesso, mudamos para o Centro de Exposições imigrantes.

2006 - Anhembi
Chegou ao Anhembi, maior centro de exposições da América latina.

2008 - Ler é Minha Praia
Projeto Ler é Minha Praia completando o publico infanto-juvenil.

2010 - Juntas Novamente
Reed Exhibitions Alcantara Machado passa a ser Organizadora Oficial, em parceria com a CBL.

Espero que vocês tenham gostado e aproveite muito esse evento caso forem. Beijinhos


TAG - By The Book

Oiee. Mais uma vez fui convidada pelo blog da Karoline Coimbra e da Natalí Marques (https://pequenosinfinitosz.blogspot.com.br/) para responder mais uma TAG. Então vamos lá

Qual livro está na sua cabeceira?

Um livro de cabeceira é aquele livro que você sempre recorre a ele. Eu não tenho o hábito de reler livros, mas um que gosto de ter comigo em algumas situações é O Pequeno Principe. Ele é um livro para a vida, e a cada vez que leio consigo ter uma visão diferente.  

Qual foi o último livro realmente bom que você leu?

Nossa, essa pergunta é muito difícil de responder. São tantos os livros bons que leio. Porém tem dois que me chamou bastante atenção pela historia contada e como foi contada. Os livros são do autor Augusto Cury e são uma sequência. O Colecionador de Lágrimas e Em busca do Sentido da Vida.

Se você pudesse encontrar qualquer escritor/a, vivo/a ou morto/a, quem seria? E o que gostaria de perguntar a ele/ela?

Essa também é difícil de responder. Mais gostaria de encontrar  Andrew Michael Hurley autor do livro Loney. Pois gostaria de pergunta-lo qual foi o objetivo de escrever o livro e o que ele quiz passar, pois isso não ficou claro no livro.

 Qual livro ficaria surpresa de encontrar na sua estante?

Todos os livros da Darkside, pois são incríveis. Mas qualquer livro é sempre bem vindo na minha estante.

Como você organiza a sua biblioteca pessoal?

No momento a minha biblioteca pessoal está em obra. então meus livros estão guardados. Mas gosto de colocar eles por tamanho e categorias.

Qual livro você "já deveria ter lido?

São tantos, mas nesse caso vou concordar com a Karol e escolher o Extraordinário. Tenho ouvido falar muito sobre esse livro e estou curiosa para conhecer melhor a história.

Um livro que o/a desapontou...?

Essa é fácil. Loney, foi um livro que li com tanta fome e que no final tive uma decepção enorme.

Superestimado, nada bom...?

Para mim foi Depois de Você. Aguardei ansiosamente pelo livro e não foi nada bom, fiquei frustrada.

Um livro que todos dizem ser a sua cara, mas que não gostou..?

Ainda não tive essa experiência.

Último livro abandonado...?

Não abandono livro nenhum, leio todos até o fim.

Que tipos de histórias chamam a sua atenção?

Todas. Mas tenho um amor pelas historias verdadeiras, principalmente as de terror.

De quais tipo de histórias você mantém distância?

Tento ler de tudo um pouco, mas não sou muito fã de poema e poesia.

Se você pudesse indicar um livro para o/a presidente, qual seria?

Olha essa é difícil, não sei qual livro indicaria mas mandaria voltar para escola para ver se aprende alguma coisa de útil.

Quais livros você pretende ler em breve?

A continuação do Orfanato das Sra. Peregrina Crianças Peculiares - Biblioteca de Almas - Livro III.

Essas foram as minha respostas. Gostaria de saber as respostas de vocês. Deixe aqui nos comentários. Beijinhos.  

Loney



Boa tarde leitores.


Bom o que falar de Loney. É um livro bem envolvente e rico de detalhes. Escrito por Andrew Michael Hurley e foi seu primeiro romance. Loney tem uma atmosfera diferente, um lugar cheio de mistérios e segredos. Uma história que deixa você com vários pontos de interrogação. Eu particularmente não gosto de livros onde não tem explicações. E Loney é bem assim, você fica cheia de dúvidas sobre o que realmente acontece ou aconteceu. É um daqueles livros que deixa você crer no que achar mais conveniente. Não é um livro ruim, porém eu prefiro ler livros com explicações e finais. Um outro ponto que foi muito comentado sobre o livro foi que seria um livro perturbador. Não senti em nenhum momento essa leitura perturbadora.
Falando um pouco sobre a história do livro. Ela traz um conjunto de mistérios e segredos. Fala também sobre a fé e no que crer. A história se passa no período da Pascoa, aonde alguns fiéis da igreja São Judas Tadeu iam para um lugar chamado Coldbarrow, um pedaço de terra deserto a um quilômetro e meio da costa, uma ilha. Os moradores chamavam de “Loney” - um lugar estranho e perigoso.
Todo ano nesta época da Pascoa o padre Wilfred – um padre que achava que a fé era a resposta para tudo, um pessoa rígida com seus costumes - o sr. e a sra. Belderboss, o sr. e a sra. Smith com seus filhos Hanny e Tonto. O propósito dessas viagens ao Loney sempre era para uma peregrinação de fé e para a “cura” de Hanny, já que ele é uma criança que tinha seus problemas e um deles era a falta da fala. Sua mãe assim como todos da paroquia e principalmente o padre Wilfred acreditavam que através das orações e jejum Hanny receberia um milagre de Deus e seria curado, voltando a falar. Até que em uma dessas idas o padre acaba colocando sua fé em dúvida e alguma coisa no Loney o faz voltar para Londres diferente. Algum tempo depois o padre Wilfred morre, entre muitos segredos e mistérios.
Um novo padre Bernard – com ideias bem diferentes do outro - chega a paroquia e para agradar seus novos fies acaba concordando em ir passar a Pascoa no Loney. E é nessa nova ida ao Loney que os irmãos Hanny e Tonto passam por uma experiência que nunca mais irão esquecer. Uma experiência que deixa Tonto diferente e com sua fé abalada e Hanny com momentos apagados de sua mente, sem ao certo saber o que realmente aconteceu com eles.
Uma historia envolvente mais com detalhes que não são revelados. E ai é você que decide o que realmente aconteceu no Loney, e se realmente ele é um lugar pavoroso. Estou na expectativa que tenha um segundo livro para que venha dar explicações deste.
Vou deixar aqui o Book Trailer. Beijinhos e até o próximo post.


O Orfanato da Srta. Peregrine – Crianças Peculiares

Boa tarde leitores.

O Orfanato da Srta. Peregrine – Crianças Peculiares é o primeiro livro de uma trilogia do autor Ransom Riggs. O livro tem uma historia muito interessante que faz você sair do mundo real e entrar em outra realidade. Uma historia que faz a sua imaginação fluir em busca de respostas para o sentido da vida. Uma historia de ficção, mas que tem muito da realidade que foram vividas e que ainda vivemos. O livro fala um pouco de guerra, preconceito, alucinações, em pensar no que devemos e em quem crer. Outro ponto alto do livro são as fotografias muito estranhas que nos leva ao um mundo de mistério. Fotos essas muito peculiares. ADOREI ter lido e indico com certeza. Já estou lendo o segundo livro que depois irei postar também. Já estou ansiosa também para ver o filme. Então vamos ao livro.
Jacob é um menino na adolescência que mora na Florida e teve uma infância inundada pelas historias de fantasia que seu avô Abraham Portman contava. O vovô Portman era a pessoa mais fascinante que Jacob conhecia. Ele tinha crescido em um orfanato, lutado em guerras, cruzado oceanos a bordo de navios a vapor e desertos a cavalo. Foi artista de circo, sabia tudo sobre armas, defesa pessoal e sobrevivência na selva, e falava pelo menos três línguas além do inglês. Jacob era a única pessoa que o vovô confiava para contar essas historias que pareciam ser segredos guardados a sete chaves.
Jacob cresceu e começou a perceber que as historias que o vovô Portman contava não poderia ter a menor possibilidade de ser verdadeira. Uma das historias que vovô Portman contava era sobre como foi sua infância. Ele nascera na Polônia e com cinco anos foi mandado para um orfanato no País de Gales e sempre que Jacob perguntava porque ele teria sido tirado de seus pais, seu avô dizia que era por causa dos monstros que estavam atrás dele.
Outra historia fantástica que vovô Portman contava era sobre o orfanato que viveu. Um lugar encantado, projetado para manter as crianças protegidas dos monstros, em uma ilha onde o sol brilhava todos os dias e ninguém jamais adoecia ou morria. O vovô Portman tinha fotos dessas crianças que encantavam Jacob, mas que quando ficou maior ele viu que não eram tão fascinantes assim e que o que seu avô viveu não foi um conto de fadas e sim uma historia de terror.


Após passar algum tempo Jacob recebe um telefonema de seu avô que está em pânico dizendo que os monstros conseguiram acha-lo. Jacob então vai ao encontro de seu avô junto com seu amigo. Ao chegar na casa de seu avô Jacob não o encontra e começa então procura-lo. Um barulho de um latido vem da floresta atrás da casa de Portman. Jacob sai correndo para dentro da floresta e consegue encontrar seu avô muito ferido. Em seu peito tinha marcar muito profunda de garras. Seu amigo chega atrás e fica atônito, e Jacob vê alguma coisa se movendo atrás dos arbustos. Um homem com tentáculos gigantes saindo de sua boca. Jacob não consegue acreditar no que esta vendo. Antes de seu avô morrer em seus braços, consegue falar algumas frases soltas para Jacob, como pistas para que ele buscasse a verdade.


Porém os pais de Jacob não acreditam em nada do que ele conta que viu na floresta, então eles decidem colocar Jacob para fazer terapia, já que a perda de seu avô o afetará muito. Jacob começa a fazer terapia com o doutor Golan. Depois de muitos encontros o doutor Golan aconselha a Jacob ir para a ilha que seu avô tanto falava para buscar respostas.
           Nesse momento da historia Jacob junto com seu pai parte para a misteriosa ilha e lá Jacob irá encontrar as respostas das historias que seu avô tanto contava com orgulho. Mas para você saber como tudo irá acabar e se o vovô Portman falava a verdade ou era tudo fruto de uma imaginação de alguém que viveu na guerra só você lendo o livro. Pode confiar e ler que você não irá se arrepender.
            Vou deixar aqui para que vocês possam ver o Book Trailer que é maravilhoso e bem real. Beijinhos e até o próximo post.




TAG - Doenças Literárias

Olá pessoal. Fui convidada pelo blog Pequenos Infinitos(https://pequenosinfinitosz.blogspot.com.br/) para responder essa TAG. É minha primeira vez que respondo uma tag. Então vamos lá...

Diabetes - Um livro muito doce. 

Esse livro é bem doce, tudo muito perfeito na relação dos personagens principais. Uma historia de amor daquelas que se vê somente em contos de fadas, bem meloso. Porém a historia é gostosa de ler para quem curte um romance.


Catapora - Um livro que já leu pra nunca mais na vida.

O primeiro livro foi ótimo. Porém o segundo foi totalmente desnecessário. Não vi motivo algum na existência dele. Eu preferia ter ficado apenas com a minha imaginação, pois a minha Lou era muito mais empolgante.


Ciclo Menstrual - Um livro que você lê constantemente.

Eu não sou de ler o mesmo livro mais de uma vez, porém um que leria sem problemas serie esses dois. Vejo o filme todas as vezes que passa na TV ou online e tenho a esperança que filmem o segundo, pois adoraria ver.
Gripe - Um livro que se espalhou como um vírus.

Uma saga que todo mundo fala, ler e ver os filmes e que ainda depois de muitos anos tem fans espalhados por todo o mundo não poderia ser outro. Esse se espalhou como um vírus e contaminou muita gente.


Asma - Um livro que tirou seu fôlego.

Não poderia ser outro. O livro é de uma emoção única. A cada página uma emoção diferente, uma historia verdadeira de um mito do Rock.



 Insônia - Um livro que te tirou o sono

Por incrível que pareça esse livro realmente tirou meu sono. Um livro que não faz parte muito do meu ciclo de leitura, mas que me surpreendeu pela historia muito bem contada pelo autor. 



Amnésia - Um livro que você leu, mas não se lembra muito bem

Não sei se isso é bom ou ruim, mas não tem nenhum livro que eu tenha lido que não me recordo da historia. Essa vou ficar devendo.


Doenças de Viagem - um livro que te leva para outra época/mundo/lugar 

Eu já li o primeiro e estou já no final do segundo. É um livro fantástico e que faz uma conexão com o presente, o passado e o futuro. Então esse com certeza leva você para várias épocas e lugares incríveis.

Desnutrição - Esquece de comer por estar lendo o livro.

Acontece isso comigo com todos os livros que leio, mas vou escolher um. Um que li recentemente que tem uma historia incrível, pois que me deixou frustrada no final.  


Bom espero que tenham gostado. Se alguém quiser responder a Tag nos comentários fique a vontade. Adoraria saber a opinião de vocês.
Até a próxima. Beijinhos