A felicidade é fácil. Será?

Boa tarde, leitores.

Tudo bem com vocês? Hoje escolhi um livro brasileiro do jornalista Edney Silvestre da Rede Globo. Este livro é uma narrativa policial, romance politico, gênero difícil e quase inexplorado no Brasil. A historia toda se passa em menos de 24 horas, começando com um sequestro inesperado. E ai que toda trama começa, o autor vai mostrando cada personagem e como eles irão ter ligação com o sequestro. É um livro bem diferente do que eu já li, ate mesmo como o livro é estruturado. A historia é contada de traz para frente. Após o sequestro, conhecemos a vida de um casal e seu filho que parecia ser perfeita. Olavo publicitário envolvido com a alta corrupção do governo federal e casado com Mara uma gaúcha ex-acompanhante de executivos. Olavo e Mara tem um filho chamado Olavinho, eles tem uma vida de muita riqueza e viagens fora do país. Olavo fala muito bem inglês e proporcionou ao seu filho uma das melhores e mais cara escola de São Paulo. Olavo e Olavinho só fala em inglês assim o filho está sempre praticando a língua para quando for morar fora do Brasil. Eles moram em uma casa grande em dos melhores bairros de São Paulo cercada por seguranças, empregados e motoristas. Irene é a empregada da casa e reside lá com seu esposo que é o caseiro e seu filho pequeno surdo-mudo. Irene todos os dias tem a mesma rotina prepara o café da manha para seu patrão que logo em seguida sai para o trabalho levando Olavinho para a escola. Após a saída do patrão, ela chama seu filho e junto com o Major o motorista levam o pequeno ate a escola. Então volta para a casa e prepara o café da manha de sua patroa que sempre levanta mais tarde.
Porém no dia 20 de agosto as coisas não funcionam como deveria. Mara levanta mais cedo e começa a se perguntar por que está vivendo essa vida se não é apaixonada pelo seu marido, e nem gosta tanto assim de seu filho, já que ele não tem as características físicas que ela tanto gostaria. Mara então decide sair da cama e vai tomar seu café. Irene não acostumada com o aparecimento da patroa tão cedo se assusta. E então que Mara pede para Irene chamar o Major, pois ela vai buscar seu filho na escola e vai passear com ele hoje. Mara acaba se arrependendo dos pensamentos que teve sobre seu filho e decide fazer algo com ele. Irene fica sem jeito, mas explica a sua patroa que nesse horário ele e o Major costumam levar seu pequeno filho a escola, já que Mara estaria dormindo. A patroa não se incomoda e diz para Irene que levará o filho dela a escola sem nenhum problema.
Irene prepara o filho e leva ate o Major, Mara entra no carro, o garoto está no banco da frente, eles saem. Alguns quilômetros a frente Mara se incomoda com a criança tão pequena no banco da frente e resolve pedir ao Major para que coloque o guri no banco de trás. Ao chegar na escola do pequeno guri Mara sai com ele e o leva ate a professora e nesse momento passa um carro e observa tudo que esta acontecendo. Mara volta para o carro e segue seu caminho. O transito de São Paulo está caótico, e Mara sem paciência decide voltar para casa e pede que Major busque seu filho mais cedo às três da tarde. Major obedece busca Olavinho as três. Mas tarde Olavo recebe a presença da policia em seu escritório dizendo que seu filho Olavinho tinha sido sequestrado e o Major seu motorista tinha sido assassinado. Olavo então liga para casa e Irene atende, pede que chame Olavinho que vem correndo atender seu pai. A polícia então fica sem saber o que está acontecendo, Olavo explica que quem estava no carro era o filho da empregada.
Como a vida e sempre difícil para quem não tem influencias e nem dinheiro, Olavo e os policias decidem armar uma historia mentirosa dizendo que o Major estava envolvido no sequestro e que a policia tinha conseguido resolver toda a historia e prender os bandidos. Irene sem saber o que fazer apenas aceita a perda do filho. Mara revoltada com a historia decide contar tudo para os jornais o que seu marido faz junto ao governo brasileiro. Os sequestradores acabam descobrindo que se enganaram com o menino e decide que o sequestro deve acabar. Porem a ordem é para todo mundo ir embora e a vida daquele pequeno guri ser tirada.
Porém a historia não acaba ai. Ainda tem algumas informações a serem colocadas para vocês leitores, mas terão que ler o livro para saber mais detalhes desse sequestro e da vida desses personagens tão reais para nós. Será que vale fazer qualquer coisa em busca da felicidade? Será que o que você vive é mesmo felicidade?

2 comentários: